Quem vem à Rede é peixe...

Nabos há muitos e, por isso, decidimos fazer um bem à Humanidade e criar uma rede social só para eles, os nabos. Nós, vós, eles. Em todas as formas não verbais.
#nhamnhamnhamnham e por aí adiante...

Mais vale um copo na mão que dois a voar. São trabalhos difíceis, estes de andar na estrada a criar e testar (intensamente!) novos vinhos e cocktails. Mas há que fazê-los. Damos o corpo (e a alma) ao manifesto!

É uma espécie de “Onde está o Wally” em versão Ljubo. Enfiado nos mercados, mergulhado num lago, a conversar com quem encontra pelo caminho… Onde está o Ljubo agora?

Deixa eu dizer que te amo
Deixa eu gostar de você
Isso me acalma
Me acolhe a alma
Isso me ajuda a viver