SOBRE NÓS

100 Maneiras é ausência de regras mas também infinitude de formas

A história do 100 Maneiras é indissociável da história de Ljubomir Stanisic, chefe de cozinha e criador deste conceito.

O nome pretende provocar, estimular os sentidos e a imaginação. Porque 100 maneiras se refere, ao mesmo tempo, à ausência de regras mas, também, à infinitude de formas. Não existem normas  rígidas, aqui, não há limite à criatividade que é servida à mesa. Reflexo da personalidade de Ljubo (como é conhecido entre amigos), o 100 Maneiras funde tradição e inovação, conhecimento e imaginação.

O primeiro 100 Maneiras em Lisboa foi o primeiro a servir um menu degustação a um preço democrático

No primeiro 100 Maneiras, aberto em Cascais entre 2004 e 2008, Ljubomir ganhou  reconhecimento e, sobretudo, o conhecimento e a experiência que serviram de base à inauguração do Restaurante 100 Maneiras, em Lisboa, em 2009.

Com a ajuda dos amigos Fausto e Carla Lopes, Ljubo abriu o 100 do Bairro (como lhe chamamos em “casa”). Pouco depois, juntou-se ao grupo Nelson Santos, famoso pelos seus sets atrás das mesas de mistura.

O 100 Maneiras da Rua do Teixeira foi o primeiro restaurante da cidade a servir um menu degustação a um preço democrático. Um pequeno passo para a humanidade, uma pequena revolução na cidade.

A partir daí, a cozinha de Ljubo abre-se a um público cada vez mais vasto, um público que gosta de comer bem, de descobrir, de experimentar, mas dispensa pretensões. Essa combinação tão característica do 100 Maneiras culmina com a abertura do Bistro 100 Maneiras, em 2010, e a entrada de mais um amigo, Nuno Faria, responsável pela zona líquida dos menus.

O Bistro 100 Maneiras é um hino ao prazer de estar e partilhar com o mundo as melhores coisas da vida

No coração do Chiado, a cozinha de conforto de Ljubomir encontra uma casa onde convivem as suas outras paixões: os cocktails, os vinhos, as pessoas, as noites que se prolongam, o prazer de estar e partilhar, com o mundo, as melhores coisas da vida. É este, também, o palco por excelência dos eventos com assinatura 100 Maneiras, como exposições de arte, ciclos de cinema ou épocas dedicadas a produtos específicos, como o evento anual “Trufa à Pazada”.

Os 100 Maneiras não são “apenas” restaurantes. São família que come e sente, que bebe e deseja, que olha o mundo com ganas de o sorver. De uma golada só.